Jalapão atrai turistas que estão em busca de cenários diferentes

b_350_250_16777215_00_images_yootheme_blog_dunas-do-jalapao.jpg

Cachoeira do Lajeado, da Fumaça, do Brejo da Cama, do Soninho, dunas e fervedouro. Esses são alguns pontos turísticos do Jalapão, que segundo o Guia Turístico Tocantins Ecológico, Histórico e Cultural, é um dos principais destinos ecoturísticos do país.

 

Localizado na região leste do Tocantins, o Jalapão tem o seu portal na cidade de Ponte Alta do Tocantins, a 189km de Palmas. Deste ponto em diante, com estradas de terra, só passam carros tracionados. O local se mostra peculiar, em uma vegetação que mistura cerrado e caatinga, criando belas paisagens.

Fernando Torres leva turistas ao Jalapão há 12 anos. Tudo começou com a tia, Lázara, conhecida em Ponte Alta por fazer passeios na região. “O Jalapão já veio como coisa de família, nem sabíamos que era Jalapão e já tomava banho nas cachoeiras”, diz, lembrando que foi daí que surgiu o amor dele pelo Jalapão.

Depois de trabalhar com a tia, Fernando fez um curso de guia nacional e hoje tem uma agência de turismo. Segundo ele, os turistas que visitam o Jalapão são, principalmente, dos estados de São Paulo e Rio de Janeiro e tem entre 20 e 27 anos, com uma certa estabilidade financeira. “O turismo para lá [Jalapão] é caro. É um divisor de água e acaba tendo uma seleção natural”, comenta o guia.

Turismo

A esposa de Fernando, Suellen Oliveira, conta que pesquisa realizada pela agência mostra que 80% dos turistas veem ao Tocantins exclusivamente conhecer o Jalapão. Suellen conta que só em 2012 foram feitas 60 viagens pela agência. A alta temporada, de acordo com ela, é entre junho e agosto. Esse ano, só nesse período já foram 15 passeios.

O cientista da computação, Célio Taquary, que mora no Rio de Janeiro, conheceu o Jalapão através de uma revista de turismo. Em uma viagem para Palmas, em 2012, onde tem família, resolveu conhecer o lugar porque foi atraído pela “natureza e o estilo aventureiro da passeio.”

Durante três dias, com a esposa e os pais, Célio comprovou o que já tinha visto pela revista. “Gostei muito e recomendo. As cachoeiras são demais, o visual é lindo e entrar em um fervedouro é uma experiência única.”

Os passeios são montados, conforme o pedido do cliente, e variam de preço conforme o número de dias. Saindo de Palmas, incluindo carro, motorista com guia, alimentação, taxa de visitação e lanche-viagem, o pacote fica a partir de R$ 950. E ainda há a opção somente do aluguel de carro que é em torno de R$ 500 a diária.

Fernando diz ainda, que embora caro, o local deixa os turistas encantados “porque ninguém imagina que é daquele jeito." Entre as belezas e a pobreza da população, o guia diz que os turistas, inclusive, ajudam doando roupas e livros para serem levados à população.

E para quem não conhece, ele dá a dica: “É para quem procura aventura, algo selvagem, fora do comum, no dia que o local tiver infraestrutura, como asfalto, deixará de ser atrativo.”

Localização

O Jalapão está localizado na região leste do estado do Tocantins, a 180km de Palmas. Para chegar ao local, uma das opções é sair de Palmas, andar 64 km pela rodovia TO-050 até Porto Nacional, e depois 116 quilômetros pela TO-255, até Ponte Alta do Tocantins. Outra opção de acesso é sair de Palmas pela TO-020, sentido norte (108 km), com acesso para Novo Acordo. Também pode-se trafegar pela TO-030 (100 km), interligação com Taquaruçu e Santa Tereza do Tocantins.

Tags: Blog

Logo 185x100

Nosso Endereço

Praça Cap.Antonio Mascarenha 436
[Em frente à Igreja Católica]
Ponte Alta do Tocantins - TO

Fale conosco

Telefone: (063)3378-1141
e (063)98409-0888

Email: contato@jalapao-pousadaplanalto.com.br

Aberto 24h

Check in  : 14h
Check out: 12h

 

Acesso Restrito / E-mail